Pintadas (BA) Brasil

Pintadas é um dos município pertencente ao Território de identidade Bacia do Jacuipe, município brasileiro do estado da Bahia. Sua população contada em 2010 é de 10.342 habitantes, segundo último censo demográfico.

Prefeito: JOÃO BATISTA FERREIRA ALMEIDA (DEM)
Aniversário: 9 de maio
Fundação: 9 de maio de 1985
Gentílico: pintadense

Localização e Geografia:
v Situado a 272 km a Oeste da capital Salvador, com área de 531,4 Km2 e altitude de 300 m. Pintadas é um dos municípios do Território Bacia do Jacuípe no semiárido baiano. Faz limite com Ipirá, Capela do Alto Alegre, Pé de Serra, Baixa Grande e Mairi.
v Aspectos sócios-econômicos:
Principais atividades econômicas
Pintadas caracteriza-se por ser um município de perfil econômico, primordialmente voltado para a agropecuária, sendo que na pecuária se destacam a bovinocultura e a ovinocultura como as atividades mais importantes. Grande parte de seus habitantes vive da criação de animais e da agricultura de subsistência.
Identidade cultural dos municípios:
v Origem do nome
Dá a origem do topônimo Pintadas, devido às vacas pintadas que malhavam na fazenda que deu origem ao lugar.

História de Pintadas
A ausência de documentos que indiquem de maneira concreta e precisa as origens históricas do Município, faz-nos recorrer a tradição entre os mais antigos moradores locais. Afirmam eles que o Município de Pintadas originou-se nos terrenos denominados A Lagoa do Bamburrá‚ (antigo Tanque do Maxixe), tendo como proprietário o Sr. Manoel Gonçalves de Almeida e sua esposa D. Anastácia Gonçalves, sendo os primeiros habitantes das terras onde está localizada a sede do Município de Pintadas.

Há mais de um século, segundo a tradição, o referido casal trabalhava em uma fazenda denominada Sítio do Meio, propriedade de um Senhor, de nome ignorado, residente na Vila de Sant'Anna de Feira, atual Feira de Santana. Em suas andanças, a procura de melhorar de vida, passando por ali, essas terras o atraiu pela fertilidade e resolveu construir uma casa distante a 04 quilômetros da Lagoa do Bamburá e logo foi denominada de Lagoa das Pedras (proprietário atual; Olegário Gonçalves Lima), pelo fato de haver um tanque de pedras bem próximo de sua moradia.

Ali viveu alguns anos, dedicou-se à agricultura e com o passar do tempo foi desenvolvido um criatório de gado, chegando a separar o rebanho em outros rebanhos, ficando assim: As vacas pretas em um pasto e as pintadas em outro. Por motivo não conhecido o casal deixou a Lagoa das Pedras e construiu um sobrado de linha modesta, sendo de adobe em assoalho de tábuas rústicas. Pouco tempo depois, foi edificada uma capela sob a invocação de Bom Jesus. O alegado casal contou com o auxilio de outros fieis para a construção da referida capela, ficando subordinada à freguesia de Sant Anna do Camisão e foi denominada de Capela de Bom Jesus de Pintadas. Dá a origem do topônimo Pintadas, devido às vacas pintadas que ali malhavam. A partir daí, foi crescendo paulatinamente a povoação.
v Com o passar dos tempos, varias famílias foram atraídas e todos se empenharam para o seu crescimento. Não esquecendo o nome do Senhor Honorato Gonçalves de Almeida, homem simples, religioso, que muito lutou, juntamente com os outros para o desenvolvimento de Pintadas. Pela lei estadual 1.205 de 31 de setembro de 1937, foi criado o distrito de Pintadas, ocorrendo sua instalação a 11 de janeiro de 1939. Ficando Pintadas como o segundo distrito de Ipirá.

O anseio de seu povo crescia a cada dia que passava, no sentido de educar os seus filhos. Até que um dia, através de um casal residente em Camisão atual Ipirá, por nome de João Teófilo e D. Sinhá Lobo, que trouxe para Pintadas uma professora de nome Zádia, vinda do Povoado Pau Ferro, Ipirá, que permaneceu por pouco tempo. A ânsia do saber continuava, até quando Pintadas teve a felicidade de receber uma professora diplomada, vinda da Capital da Bahia, para cumprir sua missão de educadora.

Nossas homenagens saudosas e inesquecível professora Antonina Fernandes Leite, que permaneceu entre na até o último instante da sua vida. Em seus ensinamentos, despertou em seus discípulos, o espírito de libertação. Nascendo daí, semente para a luta de emancipação política. Morrendo a professora Antonina, tivemos a professora Anatália Mendes Lobo, que muito dedicou-se na fundação de ensinar, deixando-nos mais tarde para cumprir sua missão junto com Deus.
v A luta continua. Dentre muitos filhos da terra, destaca-se o Sr. Angelino Cedraz de Oliveira que lutou incansavelmente pelos interesses comuns de Pintadas. Daí surgiu a preocupação constante de mais professores. Foi quando em 1962, chegava a Pintadas a professora Eliete, da Cidade de Campo Formoso, para ensinar na Escola Rural de Pintadas. E por ela ser devota de Santo Antonio a referida Escola passou a ser chamada Escola Estadual de 2º Grau Santo Antonio. não se adaptando, por alguns fatores, voltou para sua terra, ficando toda comunidade de Pintadas preocupada com o problema da Educação. O incansável Angelino Cedraz, vereador na época com muita luta e com apoio de Dr. Reges deputado na ocasião, trouxeram para Pintadas as heroínas professoras Joanice Guimarães da Silva e Zilda Dias da Silva, também de Campo Formoso, para dar continuidade ao trabalho já iniciado. São heroínas porque deixaram seus amigos, sua terra natal e especialmente seus familiares para virem lutar e contribuir para o crescimento desta terra.

Marcado pelo destino, o Sr. Angelino teve de deixar Pintadas e residir em Feira de Santana. Todavia, a luta pela emancipação, teve continuidade por outros filhos empenhados no mesmo objetivo, criando subsídios que serviram para preencher os requisitos exigidos para a emancipação de Pintadas. Como exemplo, foi criado o Centro Educacional de Pintadas, de 5a a 8a séries equivalente ao complemento de Ensino Fundamental de 1º Grau, através do esforço da estudante Ana Mendes de Lima, também vereadora pelo Distrito de Pintadas na época, juntamente com os senhores Eufrásio Gonçalves de Almeida, Expedito Lima de Almeida e toda comunidade, tendo sua aula inaugural no dia 02 de maio de 1974, ministrada pelo líder político de renome Dr. Delorme Martins da Silva, sem esquecermos do nome incansável colaborador pela fundação da referida Escola o professor José Saint Clair que foi um baluarte para o ensino de Pintadas.

Esta luta concretizou-se quando pela Lei nº 4,450 de 09 de maio de 1985, ficou criado o Município de Pintadas desmembrando-se de Ipirá e instalado em 11 de janeiro do ano seguinte, que teve seu clímax com a posse solene do Prefeito e vice-prefeito os senhores Eufrásio Gonçalves de Almeida e Expedido Lima de Almeida, oportunidade em que já se encontrava instalada a Câmara de Vereadores do Município de Pintadas. Tal evento contou com as presenças de várias autoridades e lideranças locais, do Município de Ipirá e outros municípios.

Principais manifestações culturais:
Reveillon, Semana Cultural, Aniversário da Cidade, São Pedro, Arraiá das Comunidades, Cavalgada, Jegada, Expopintadas, MotoCross e Festa da Padroeira N. Senhora da Conceição.

Festivais Regionais de Sambadores
Realizado desde 2004 junto com as Semanas Culturais, o Festival Regional de Sambadores tem sido uma das mais importantes ações de fortalecimento da cultura popular no Território. O festival nasceu da reivindicação da própria comunidade e hoje é um grande referencial para todos os grupos e sambadores da região que tem legitimado a cada ano a sua importância enquanto um potencial espaço de promoção do Samba Rural. Nos últimos anos a Companhia de Arte Cênica Rheluz com a Parceria da Secretária Municipal de Cultura tem realizado Encontro de Sambadores no interior do município promovendo o intercambio entre as comunidades e proporcionando o aprimoramento artístico dos grupos locais.

Semanas Culturais
As Semanas Culturais de Pintadas faz parte calendário cultural do município e da região pela intensidade de atores que vem envolvendo direto e indiretamente na comunidade local e em mais 30 municípios que participaram das últimas edições.
O evento é realizado pela Companhia de Arte Cênica Rheluz em parceria com a Prefeitura Municipal e com a Rede Pintadas, sempre na primeira semana de maio, durante os nove dias de evento são desenvolvidos Mostras de Vídeo e Teatro, Recital Poético, Arena Popular com Arrastão Cultural, Espaço Artista no Palco, Festival Regional de Sambadores, Oficinas, Feira e Exposição de Arte, Feira de Economia Solidária, Festival de Música Regional e Encontro da Música Regional, além do Fórum Cultural Regional.

Patrimônio Cultural (Material e Imaterial):
Bandeira
Brazão
Hino do Município de Pintadas-BA
Hino do Município de Pintadas-BA<br>

Pintadas tú és protegida
Por um manto reluzente cor de anil
Os teus filhos se orgulham
Solo amado e mais lindo do Brasil.

É aqui nesta terra esplêndida
Onde a paz no horizonte ressoa
Conceição mãe extraordinária
Ofertou-nos a sua coroa.
Salve, salve,
ó Pintadas
O teu povo te ama e bendiz
Salve, salve ó Pintadas
Solo amado e mais lindo do Brasil.

Terra Augusta teu solo é sagrado
O teu céu é cheio de esplendor
Ó Pintadas terra aconchegante
Onde a paz se desabrochou.
Ò Pintadas teu povo te eleva
Com ternura e amor filial
Vai crescendo e desabrochando
Teu afável amor maternal.
Salve, salve, ó Pintadas
O teu povo te ama e bendiz
Salve, salve ó Pintadas
Solo amado e mais lindo do Brasil.

Terra Augusta teu solo é sagrado
O teu céu é cheio de esplendor
Ó Pintadas terra aconchegante
Onde a paz se desabrochou.
Ostentamos a tua bandeira
Inefável estandarte eficaz
Bendizemos pendão da minha terra
Pavilhão mensageiro da paz.
O teu povo é valente e altivo
Pelo empenho da sustentação
Tem o sangue de luta nas veias
E o amor a cada irmão.
Salve, salve, ó Pintadas
O teu povo te ama e bendiz
Salve, salve ó Pintadas
Solo amado e mais lindo do Brasil.

Terra Augusta teu solo é sagrado
O teu céu é cheio de esplendor
Ó Pintadas terra aconchegante
Onde a paz se desabrochou.

Música: PINTADAS
Adail Mena e Del Feliz

Quero cantar
Quero falar
Quero dizer de coração
Que é bom demais ser de Pintadas... Sim!
Quero cantar
Quero mostrar
Quero fazer dessa canção
Um hino de amor sem fim.

Quero cantar
Quero falar
Quero dizer de coração
Que de sonhos se tece a Vida... Sim!

Quero cantar
Quero mostrar
Que uma Corrente de União
De Pintadas fez jardim

A Lagoa do Bamburrá marcou
A conquista primeira deste chão
No sem fim deste sertão
Premonição de um futuro de valor
Seja como for
O gado malhado virou certidão
Estopim da criação
“Fazenda das Pintadas”
Nome precursor,
Assim meu senhor
Que esta terra agreste
Teve fundação.

Pode gravar
E admirar
Quem de Pintadas fez razão
De aqui viver como se fosse o céu
Pode escutar
Que eu vou contar
História de dedicação
De Anastácia e Manoel
Para louvar
Neste lugar
Ergueram com devoção

Capela de Bom Jesus
Primeiro altar
Divino lar
Um templo de oração
Uma torrente de luz
Dedicou a Pintadas
Muito mais que amor
E seu destemor
Fez da simplicidade lema e tradição

Bem assim outro varão
Angelino Cedraz
Um grande lutador
Foi semeador
Dos frutos imortais
Da boa educação
Para ensinar
E propagar
Idéias de libertação
Professora Angelina foi cinzel

Venha cantar
Venha dançar
No Arraiá, no Reveillon
Que a festa é do povaréu
Para ampliar
E consagrar
O bom Saber e retidão
Veio Mestre Saint Claire

Venha sonhar
Participar
Desta sensação
Pintadas – meu bem-me-quer.

 

Fontes: Pensar Filmes e IBGE

Post: 10 | Visitas: 24

Design: Catu Informática | Ediomário Catureba

Rua Joel Campos, 125 - Alto de Guinho - Baixa Grande - BA

E-mail: ediomario@baixagrande.net - Tel: 74 99962 3779


utilizadores online