Post: 11697 | Data: 13/11/2017 | Visitas: 1342

Presidente da Câmara posta nota de esclarecimento à população de Baixa Grande

Em nota à população de Baixa Grande, Nadja Nara Magalhães Miranda Melo, justificou a causa de uma denúncia de autoria dos vereadores da aposição, onde o TCM considerou Parcialmente, lhe imputado uma multa no valor de R$ 500,00.  Veja abaixo a nota da presidente da Câmara:

 

A POPULAÇÃO BAIXA-GRANDENSE

 

      EU, NADJA NARA MAGALHÃES MIRANDA MELO, Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, venho respeitosamente informar a população de Baixa Grande o que ora passo aduzir:

Fui denunciada no TCM- Proc. nº 0364/17, pelos ilustres vereadores de oposição, sob alegação de suposta irregularidades em processos de pagamento, quais sejam ausência de notas fiscais eletrônicas, e a falta de comprovação da regularidade fiscal e trabalhista durante a execução dos respectivos contratos.

    Ora meus queridos amigos e amigas, a deliberação do TCM Nº 03643/17 que está à disposição no site do TCM, foi muito elucidativa ao enfatizar o disposto na página 06 da deliberação, conforme se depreende in verbis”.

 

“Os vereadores denunciante trouxeram ao conhecimento do TCM Falhas de menor gravidade, se levado em consideração o amplo espectro de atuação daquele  poder”. Tal comportamento denota um incomum ímpeto denunciador ante o pequeno potencial de lesividade da conduta, onerando este tribunal e pondo em xeque a relação custo benefício

 

 

Não restam dúvidas que o motivo da denúncia foi de ordem política. A presente denúncia obteve provimento parcial, e foi imputada a multa de R$ 500(Quinhentos reais) a minha pessoa.

Acreditem que me denunciaram por atraso de entrega de certidão de regularidade fiscal e trabalhista de empresa contratada pela casa legislativa. Ora meus queridos amigos, a falha foi da empresa que atrasou em entregar e do funcionário de carreira do legislativo que não observou este detalhe. Pergunto então qual o propósito da denúncia já que esta conduta era incapaz de lesar o legislativo? Por que os ilustres edis não alertaram os funcionários da câmara na sua função fiscalizadora?

 A resposta obviamente está no ímpeto denunciador conforme salientado pelo próprio tribunal na denúncia que estes mesmos fizeram. Mas pagarei satisfeita a multa, e espero que os denunciantes aprendam a lição expedida pelo conselheiro do tribunal de contas conforme alhures mencionado e aplaquem o seu ímpeto denunciador, assim como o ódio a minha pessoa.

Saliento em alto e bom tom que não houve qualquer lesão ao erário público nas ações que venho conduzindo a frente da câmara de vereadores como presidente. Aliás, tenho respeitado o dinheiro público, e continuarei respeitando, assim como as prerrogativas dos vereadores.

 

 

 

             Baixa Grande, 13 de Novembro de 2017.

           

              NADJA NARA MAGALHÃES MIRANDA MELO

www.baciadojacuipe.com.br
Por: Ediomário Catureba

Por: Leila Cristina Alves de Jesus , - comentou no dia 13/11/2017

.: Essa vereadora mim representa,Parabéns Nadja Nara.


Por: Joilda Dumas , - comentou no dia 13/11/2017

.: Muito bem presidente da câmara de vereadores Nadja Nara de Miranda, essa me representa


Por: karine, - comentou no dia 13/11/2017

.: Parabens Vereadora najinha !!! E dificil aaceitarem a sua competencia. Acredito no seu potencial


Por: Everton Costa , - comentou no dia 13/11/2017

.: Parabéns !Pela competência exercida em prática!



Nome:

Comentário:

Design: Catu Informática | Ediomário Catureba

Rua Joel Campos, 125 - Alto de Guinho - Baixa Grande - BA

E-mail: ediomario@baixagrande.net - Tel: 74 99962 3779


utilizadores online