O município de Baixa Grande teve redução de mais de 50% no plantio de feijão, o pouco plantado sofre com pragas e falta de chuva

Postado em: 11/06/2019 | Por: Ediomário Catureba

O Município de Baixa Grande, localizado no Território de Identidade Bacia do Jacuípe, carrega com orgulho em sua bandeira os símbolos da agricultura e agropecuária. O pé de Feijão e Milho simbolizam a riqueza vindo da agricultura, e uma vaca leiteira mostra a força na agropecuária com a produção de carne e leite.

Com as longas estiagens e longo espaço entre chuvas fica difícil acertar o tempo certo das lavouras. Para Luiz Souza conhecido por Azulão os plantios deste ano alcançaram apenas 30% da quantia plantada no ano anterior, ele disse que quem plantou na primeira semana de maio, perdeu quase tudo, e quem plantou no final de maio está sofrendo com as pragas que prejudicam a plantação.

REPORTAGEM EM VÍDEO

Essas pragas prejudicam as folhas e raízes do feijão, muitos pés estão morrendo antes mesmo de produzir as flores. Buscando não levar muito prejuízo, azulão aposta em outros cultivos, como o Feijão Macaço, a Cebola, Abóbora e o Amendoim.

A aposentada Maria Lúcia de 64 anos, contou que o ano passado plantou um saco de feijão e colheu 21 sacos, este ano ela plantou um saco e 10 litros e mesmo com as chuvas desta semana ela acha que a colheita não alcance um terço da do ano passado que já foi pouca.

Com 74 anos o aposentado Eufrásio Brito, ainda continua na plantação de feijão, para ele se as chuvas continuar pode ter um pouco de colheita, ele também afirmou que a plantação deste ano é inferior da do ano passado.

www.baciadojacuipe.com.br
Postagem nº: 14920 | Visitas: 485


PUBLICIDADE



Design: Catu Informática | Ediomário Catureba

Rua Joel Campos, 125 - Alto de Guinho - Baixa Grande - BA

E-mail: ediomario@baixagrande.net - Tel: 74 99962 3779


utilizadores online