Evento cultural marca encerramento da festa de emancipação de Capela

Postado em: 23/03/2010 | Por: Raimundo Mascarenha

O município de Capela do Alto Alegre comemorou a data da emancipação política na sexta-feira (19), com a festa de encerramento da segunda edição do projeto "Nossa Terra, Nossa Cultura", para resgatar os valores da cultura municipal e elevar a auto-estima da população.

Foi montado um palco na antiga área do mercado, onde aconteceram os eventos e artistas do município tiveram oportunidade de se apresentarem, homenageando e reafirmando a cultura, tradição e o futuro que está sendo construído com a participação popular, segundo narração do locutor Iraesto Moreira.

Desde fevereiro, sempre nos finais de semana, aconteceram encontros culturais nos povoados, onde a cultura era lembrada, e no final, dia 19 de março a grande finalissima na sede do município.

Os eventos aconteceram em oito comunidades e, na área musical, quinze duplas se apresentaram na final e todas independentes da classificação, foram prestigiadas com um troféu, forma encontrada pela comissão organizadora de incentivar os artistas da terra.

"A cultura de Capela do Alto Alegre é muito forte, desde que era distrito de Raichão do Jacuipe e não era levado a sério e agora estamos fazendo isto", concluiu Moreira.

Compromisso do prefeito - Após a apresentação das duplas, houve um intervalo, onde os deputados Daniel Almeida e Neusa Cadore, além do prefeito, falaram para um público estimado em duas mil pessoas, a maioria do município, em especial da zona rural, onde a cultura é mais forte.

Segundo o prefeito Claudinei Novato (PCdoB), enquanto estiver à frente do município, irá manter a festa e o projeto "nossa terra, nossa cultura". "Nós conseguimos realizar este momento e no final, a apoteose, onde resgatamos a cultura e festejamos a festa de emancipação política", afirmou Novato.

"O dia da emancipação política deve ser sempre lembrado e comemorado. Foi nesta data em que Capela do Alto Alegre se fez independente e, a partir de então, assumiu uma postura autônoma dentro do Bahia e do Brasil. É, portanto, um momento de celebração: nossos símbolos cívicos, nossa memória, nossa identidade cultural e a perspectiva de progresso e desenvolvimento que o município ganha a partir de ações de Governo, que reafirmam nossa vocação para a modernidade e o futuro", destacou Nei.

O prefeito lembrou a importância da presença dos deputados Daniel Almeida e Neusa Cadore no evento, pois "eles têm contribuído para melhoria da qualidade de vida do povo de Capela do Alto Alegre e contribuído para o êxito da gestão que estamos realizando", finalizou.

Para a deputada estadual Neusa Cadore, a festa de emancipação é muito importante, porém, "emancipação é o desafio de todos os dias e neste sentido, saúdo a toda comunidade, pois o desenvolvimento acontece através de uma boa gestão e com todos participando, por todas as categorias".

A parlamentar demonstrou satisfação ao participar do evento cultural, pois, segundo ela, cultura é história e "a história foi lembrada com muita alegria destes vinte e cinco anos de independência municipal", falou Cadore.

Quem esteve em Capela do Alto Alegre na noite de sexta-feira, de acordo com o deputado federal Daniel Almeida, viu a arte, a cultura e a musica que o povo do município é capaz de produzir. "Sou capaz de testemunhar os avanços do município depois da emancipação e de modo especial, depois da gestão de Nei, com sua energia e disposição e estou feliz em ser parceiro desta administração", declarou Almeida.

Estrada como presente - Além do Fórum, da Escola e dos programas sociais, o deputado Daniel Almeida, falou a equipe do CN, que a estrada que liga Capela do Alto Alegre a cidade de Nova Fátima, que será inaugurada dentro de trinta dias pelo governador Jaques Wagner, foi o grande presente que o município recebeu neste aniversário de emancipação.

Segundo ele, a estrada releva a qualidade das ações que o governo tem feito no estado, "não apenas nas áreas de rodovias, mais em todas as outras áreas que tem desenvolvidos. São intervenções duradoras, com boas tecnologias e que melhoram a vida das pessoas, trazendo inclusive alegria e esta festa aqui em Capela combina bem isto", finalizou Daniel Almeida.

História do município - A comunidade que deu origem ao município de Capela do Alto Alegre foi fundada no dia 17 de abril de 1912, quando foi celebrada a primeira missa pelo Pároco de Mairi, Padre Manoel Maria, na pequena Capela construída na parte mais alta da Fazenda "Desabafo", de propriedade dos fundadores Joaquim Machado da Silva e Rosalina Gomes da Silva.

Os fiéis foram edificando suas casas em volta da Capela, e nessa época o local era conhecido pelo nome de Capelinha, que mais tarde foi modificado para Capela do Alto Alegre. (VEJA OUTRAS FOTOS)

Na década de 60, o município alcançou um certo desenvolvimento com o surgimento do sisal, sendo que a partir de 1980, desenvolveu, também, a pecuária leiteira. A partir da construção da estrada que liga Capela do Alto Alegre à BR 324, denominada Rodovia Lomanto Júnior, ligando Feira de Santana à Juazeiro, o povoado de Capela do Alto Alegre teve um relativo surto de prosperidade: facilitou o escoamento da produção de sisal e demais produtos agropecuários como: feijão, milho, farinha, mamona e leite.

Em 25 de novembro de 1984, foi realizado o plebiscito para emancipação política do município, que foi desmembrado do município de Riachão do Jacuípe, a 19 de março de 1985, de acordo a Lei nº 4.410/85, tornando-se independente política e administrativamente.

Em 15 de janeiro de 1992, o município de Capela do Alto Alegre passou à categoria de Comarca.

www.calilanoticias.com
Postagem nº: 194 | Visitas: 976


PUBLICIDADE



Portal Bacia do Jacuípe - Uma Iniciativa da Catú Informática

Ediomário Catureba - Whatsapp 74 99962-3779

ediomario@baixagrande.net - Baixa Grande - BA


utilizadores online