Baixa Grande sedia Seminário para aperfeiçoamento do Plano de Cultura do Território da Bacia do Jacuípe

Postado em: 27/07/2010 | Por: Ediomário Cartureba

FotosO Secretário de Cultura do Estado da Bahia Márcio Meirelles participou da abertura do seminário para aperfeiçoamento do Plano De Cultura do Território da Bacia do Jacuípe. Destacamos também a presença dos representantes territoriais da SECULT: Bacia do Jacuípe – Izaias Junior, Sisal -Cleber Menezes, Agreste de Alagoinhas- Adelson Fonseca, Metropolitana de Salvador –Saliha Rachid, Semi- Árido NE II –Maria Karina, Piemonte do Paraguaçú- Zilma. Pereira, Piemonte Norte do Itapicuru- Carla Lidiane e Dirigentes de culturas e sociedade civil dos municípios de Baixa Grande, Mairi, Gavião, Pé de Serra, Ipirá, Pintadas, Várzea do Poço Capela do Alto Alegre, Várzea da Roça e Riachão do Jacuipe. O evento contou também com a presença do Presidente do CODES (Conselho Regional de Desenvolvimento Rural e Sustentável da Bacia do Jacuipe, Prefeito de Pintadas e Valcir Rios. Veja a seguir as falas de cada de alguns participantes:

Valcir Rios: O contexto discussão do problema da política publica na Bacia do Jacuipe é um dos problemas que estamos encontramos, na aprovação de algumas matérias relacionada a consócio publico nas Câmeras Municipais, onde não tem a compreensão dessa política territorial. Comentou sobre Marcio Meirelles que fez a diferença, levando a cultura para o interior da Bahia. Desejou a todos mais uma atividade produtiva que serão realizada esses 2 dias. Dentro do grupo de trabalho o PTDS foi os primeiro grupo a ser desenvolvimento no Plano de Trabalho territorial. Foram apresentado Publicamente Sistematização do PTDS Global onde tem um avanço na relação aos grupos de trabalhos de outro região, essa execução planejado graça aos dirigentes de cultura da Bacia do Jacuipe.



Marcio Meirelles: A cultura,é um dever do Estado é direito básico de todo cidadão, alem de que todo cidadão é um produtor de cultura é um fluido dessa produção, onde o Estado garantir acesso dos meios garantido, acesso aos bens produzidos. A cultura se dá em cada região, onde fortalecer ao produtor de cultura e ao gestor, os organizadores, as instituições culturais pois é missão de todos. Ele relatou que tinha olhar em relação à cultura e potencializou o que já existe e suprir a necessidade existente. Política território centralização da cultura precisava de uma unidade planejamento, onde o território agrega a sociedade civil onde divide com a sociedade civil a responsabilidade. É uma área que deve instituicionar a cultura e formalizar mais as relações e criar mais associações e cria um plano de trabalho, para Marcio o Território Bacia do Jacuipe é um exemplo e já se articulava antes, já tem um Get de Cultura forte, tem um pensamento convergente com o nosso Política.

Bruno Pomponent: Relatou sobre a construção de aprimoramento do plano de cultura da Bacia do Jacuipe , onde tem um grande avanço na cultura.Reconhecemos hoje a articulação desse território Política que está sendo implementada, a nível municipal recentemente teve a Segunda Conferencia, onde foram discutido com a Sociedade Civil Organizada, questão que direta ou indiretamente, está relacionada a cultura e que foram pontuada exemplo o Plano de Desenvolvimento urbano e outras questões que perpassa a cultura do modo geral.É muito relevante essa nova cultura de governo, essa forma inovadora que esta trazendo uma desenvolvimento conscientes e sustentável ,principalmente se fazendo cultura através da participação popular do seguimento sociais, das representação de classe.Isso tudo reconhecemos o fruto de governo democrático que tem avançado na Bahia e Baixa Grande com certeza esta acompanhando essa nova concepção de cultura.

Joanita Rios: E uma satisfação acolher todos os municípios presente. É gratificante da continuidade a esse trabalho. Através do Secretario de cultura Marcio Meirelles, tem olhado para todos os Municípios, reconhecendo que todos têm cultura, e tem algo para apresentar e aprender. Falou sobre a construção do Projeto Agricultura sustentável, pois é uma honra para o território está dentro da Articulação Territorial, o Município esta dento do Get de cultura, Estamos querendo construir um plano sustentável, que faça diferença de cada ente-cultural em cada Município um trabalho coroado de êxito.

Normelita
: Essa oficina foi oferecida pela secretaria de Cultura do Estado. A Bacia do Jacuipe tem muitas experiências a todos os nossos municípios.

Usou a fala e registrou os agradecimento aos representantes territoriais do Sisal Paraguaçu, e semi-árido nordeste 2, região metropolitana que são companheiro e estão fazendo a diferença.Os 26 território de identidade tem realmente construído sua historia sua característica, dentro do seu ponto forte cada um avaliando seus pontos francos e pensado no seu futuro.


O encontro terminou na tarde de terça-feira onde os participantes se dividiram em 5 grupos com 5 temas, onde cada eixo discutiu proposta, ação e desenvolvimento nas áreas:

Eixo I = Produção simbólica e diversidade cultural
Eixo II = Cultura, cidade e Cidadania
Eixo III = Cultura e desenvolvimento sustentável
Eixo IV = Cultura e economia solidária
Eixo V = Gestão e institucionalidade da Cultura
        

www.baciadojacuipe.com.br
Postagem nº: 509 | Visitas: 760


PUBLICIDADE



Portal Bacia do Jacuípe - Uma Iniciativa da Catú Informática

Ediomário Catureba - Whatsapp 74 99962-3779

ediomario@baixagrande.net - Baixa Grande - BA


utilizadores online